Liturgia

5ª-FEIRA DA 27ª SEMANA - TEMPO COMUM

Eis que virá o dia, abrasador como fornalha.
Leitura da Profecia de Malaquias 3, 13-20a
Vossas palavras são duras contra mim, diz o Senhor, e ainda perguntais:
'Que dissemos contra ti?` Vós estais dizendo: 'É coisa inútil servir a Deus; que vantagem tivemos em observar seus preceitos e em levar uma vida severa na presença do Senhor dos exércitos?
Portanto, hoje os felizardos são os soberbos, pois consolidaram-se, praticando o mal, e, mesmo provocando a Deus, estão impunes.
Vieram, entretanto, a falar uns com os outros, os tementes a Deus. O Senhor prestou atenção e ouviu-os; em sua presença foi escrito um livro de feitos notáveis, aberto aos que temem o Senhor e têm seu nome no pensamento.
Serão para mim o tesouro, diz o Senhor dos exércitos, para o dia que eu me reservar; hei de favorecê-los, como o pai ao filho que o serve.
De novo vereis a distância que há entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não o serve.
Eis que virá o dia, abrasador como fornalha, em que todos os soberbos e ímpios serão como palha; e esse dia vindouro haverá de queimá-los, diz o Senhor dos exércitos, tal que não lhes deixará raiz nem ramo.
Para vós, que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo salvação em suas asas.
Palavra do Senhor.
É feliz quem a Deus se confia!
Feliz é todo aquele que não anda / conforme os conselhos dos perversos; / que não entra no caminho dos malvados, / nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus / e a medita, dia e noite, sem cessar.
R.
Eis que ele é semelhante a uma árvore / que à beira da torrente está plantada; / ela sempre dá seus frutos a seu tempo, / e jamais as suas folhas vão murchar. / Eis que tudo o que ele faz vai prosperar,
R.
mas bem outra é a sorte dos perversos. / Ao contrário, são iguais à palha seca / espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, / mas a estrada dos malvados leva à morte.
R.
Pedi e recebereis.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11, 5-13
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
E Jesus acrescentou: 'Se um de vós tiver um amigo e for procurá-lo à meia-noite e lhe disser: 'Amigo, empresta-me três pães,
porque um amigo meu chegou de viagem e nada tenho para lhe oferecer',
e se o outro responder lá de dentro: 'Não me incomoda! Já tranquei a porta, e meus filhos e eu já estamos deitados; não me posso levantar para te dar os pães';
eu vos declaro: mesmo que o outro não se levante para dá-los porque é seu amigo, vai levantar-se ao menos por causa da impertinência dele e lhe dará quanto for necessário.
Portanto, eu vos digo: pedi e recebereis; procurai e encontrareis; batei e vos será aberto.
Pois quem pede, recebe; quem procura, encontra; e, para quem bate, se abrirá.
Será que algum de vós que é pai, se o filho pedir um peixe, lhe dará uma cobra?
Ou ainda, se pedir um ovo, lhe dará um escorpião?
Ora, se vós que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo aos que o pedirem!'
Palavra da Salvação.

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO - SANTORAL

Todos eles perseveravam unânimes na oração.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 1, 12-14
Depois que Jesus foi elevado ao céu,
os apóstolos voltaram para Jerusalém, vindo do monte das Oliveiras, que fica perto de Jerusalém, a mais ou menos um quilômetro.
Entraram na cidade e subiram para a sala de cima, onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão Zelota e Judas, filho de Tiago.
Todos eles perseveravam na oração em comum, junto com algumas mulheres, entre as quais Maria, móe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.
Palavra do Senhor
O Senhor se lembrou de mostrar sua bondade.
A minh'alma engrandece ao Senhor, e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,
R.
pois, ele viu a pequenez de sua serva, / eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita. O Poderoso fez por mim maravilhas / e Santo é o seu nome!
R.
Seu amor, de geração em geração, / chega a todos que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, / dispersou os orgulhosos.
R.
Derrubou os poderosos de seus tronos / e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos / e despediu, sem nada, os ricos.
R.
Acolheu Israel, seu servidor, / fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, / em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.
R.
Eis que conceberás e darás à luz um filho.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 1, 26-38
Naquele tempo:
O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da virgem era Maria
O anjo entrou onde ela estava e disse: 'Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!'
Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.
O anjo, então, disse-lhe: 'Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus.
Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus.
Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi.
Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim'.
Maria perguntou ao anjo: 'Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?'
O anjo respondeu: 'O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altissimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus.
Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril,
porque para Deus nada é impossível'.
Maria, então, disse: 'Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!' E o anjo retirou-se.
Palavra da Salvação.