Liturgia

3ª-FEIRA DA 2ª SEMANA - TEMPO COMUM

A esperança, com efeito, é para nós
qual âncora da vida, segura e firme.
Leitura da Carta aos Hebreus 6, 10-20
Irmãos:
Deus não é injusto, para esquecer aquilo que estais fazendo e a caridade que demostrastes em seu nome, servindo e continuando a servir os santos.
Mas desejamos que cada um de vós mostre até ao fim este mesmo empenho pela plena realização da esperança,
para não serdes lentos à compreensão, mas imitadores daqueles que, pela fé e a perseverança, se tornam herdeiros das promessas.
Pois quando Deus fez a promessa a Abraão, não havendo alguém maior por quem jurar, jurou por si mesmo,
dizendo: 'Eu te cumularei de bênçãos e te multiplicarei em grande número'.
E assim, Abraão foi perseverante e alcançou a promessa.
Os homens juram, de fato, por alguém mais importante, e a garantia do juramento põe fim a qualquer contestação.
Por isso, querendo Deus mostrar, com mais firmeza, aos herdeiros da promessa, o caráter irrevogável da sua decisão, interveio com um juramento.
Assim, por meio de dois atos irrevogáveis, nos quais não pode haver mentira por parte de Deus, encontramos profunda consolação, nós que tudo deixamos para conseguir a esperança proposta.
A esperança, com efeito, é para nós qual âncora da vida, segura e firme, penetrando para além da cortina do santuário,
aonde Jesus entrou por nós, como precursor, feito sumo sacerdote eterno na ordem de Melquisedec.
Palavra do Senhor.
O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Eu agradeço a Deus de todo o coração / junto com todos os seus justos reunidos!Que grandiosas são as obras do Senhor, / elas merecem todo o amor e admiração!
R.
O Senhor bom e clemente nos deixou / a lembrança de suas grandes maravilhas. Ele dá o alimento aos que o temem / e jamais esquecerá sua Aliança.
R.
Enviou libertação para o seu povo, / confirmou sua Aliança para sempre. / Seu nome é santo e é digno de respeito; Permaneça eternamente o seu louvor.
R.
O Filho do Homem é Senhor também do sábado
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 2, 23-28
Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam.
Então os fariseus disseram a Jesus: 'Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?'
Jesus lhes disse: 'Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidade e tiveram fome?
Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus, e os deu também aos seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães'.
E acrescentou: 'O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado.
Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado'.
Palavra da Salvação.

SÃO VICENTE, DIÁCONO E MÁRTIR - SANTORAL

Aquele que ressuscitou o Senhor Jesus
nos ressuscitará também com Jesus
e nos colocará ao seu lado.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4, 7-15
Irmãos:
Trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança;
perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados;
por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos.
De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte, por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal.
Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós.
Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: 'Eu creio e, por isso, falei', nós também cremos e, por isso, falamos,
certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.
E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.
Palavra do Senhor.
De todos os temores o Senhor me libertou.
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!
R.
Comigo engrandecei ao Senhor Deus, / exaltemos todos juntos o seu nome!Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, / e de todos os temores me livrou.
R.
Contemplai a sua face e alegrai-vos, / e vosso rosto não se cubra de vergonha!Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, / e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.
O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.
Não sereis vós que havereis de falar,
mas sim o Espírito do vosso Pai.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 10, 17-22
Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos:
'Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas.
Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações.
Quando vos entregarem, não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer.
Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós.
O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão.
Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo'.
Palavra da Salvação.