Liturgia

SÁBADO DA 31ª SEMANA - TEMPO COMUM

Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 16, 3-9. 16. 22-27
Irmãos:
Saudai Prisca e Áquila, colaboradores meus em Cristo Jesus,
os quais expuseram a sua própria vida para salvar a minha. Por isso, eu lhes sou agradecido; não somente eu, mas também todas as igrejas do mundo pagão.
Saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles. Saudai meu muito estimado Epêneto, que faz parte dos primeiros frutos da Ásia para Cristo.
Saudai Maria, que trabalhou muito em proveito vosso.
Saudai Andrônico e Júnias, meus parentes e companheiros de prisão, apóstolos notáveis e que se tornaram discípulos de Cristo antes de mim.
Saudai Ampliato, a quem estimo muito no Senhor.
Saudai Urbano, nosso colaborador em Cristo, e a meu caríssimo Estáquis.
Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo. Todas as igrejas de Cristo vos saúdam.
Saúdo-vos eu Tércio, que escrevo esta epístola no Senhor.
Saúda-vos Caio, meu hóspede e de toda a Igreja.
Saúda-vos Erasto, tesoureiro da cidade, e o irmão Quarto.
Glória seja dada àquele que tem o poder de vos confirmar na fidelidade ao meu evangelho e à pregação de Jesus Cristo, de acordo com a revelação do mistério mantido em sigilo desde sempre.
Agora este mistério foi manifestado e, mediante as Escrituras proféticas, conforme determinação do Deus eterno, foi levado ao conhecimento de todas as nações, para trazê-las à obediência da fé.
A ele, o único Deus, o sábio, por meio de Jesus Cristo, a glória, pelos séculos dos séculos. Amém!
Palavra do Senhor.
Bendirei o vosso nome pelos séculos, Senhor!
Todos os dias haverei de bendizer-vos, / hei de louvar o vosso nome para sempre. Grande é o Senhor e muito digno de louvores, / e ninguém pode medir sua grandeza.
R.
Uma idade conta à outra vossas obras / e publica os vossos feitos poderosos; proclamam todos o esplendor de vossa glória / e divulgam vossas obras portentosas!
R.
Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, / e os vossos santos com louvores vos bendigam!Narrem a glória e o esplendor do vosso reino / e saibam proclamar vosso poder!
R.
Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto,
quem vos confiará o verdadeiro bem?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 16, 9-15
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
Usai o dinheiro injusto para fazer amigos, pois, quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas.
Quem é fiel nas pequenas coisas também é fiel nas grandes, e quem é injusto nas pequenas também é injusto nas grandes.
Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto, quem vos confiará o verdadeiro bem?
E se não sois fiéis no que é dos outros, quem vos dará aquilo que é vosso?
Ninguém pode servir a dois senhores. porque ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro. '
Os fariseus, que eram amigos do dinheiro, ouviam tudo isso e riam de Jesus.
Então, Jesus lhes disse: 'Vós gostais de parecer justos diante dos homens, mas Deus conhece vossos corações. Com efeito, o que é importante para os homens, é detestável para Deus. '
Palavra da Salvação.

DEDICAÇÃO DA BASÍLICA DO LATRÃO - SANTORAL

Vós sois o santuário de Deus.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 3, 9c-11. 16-17
Irmãos:
Vós sois construção de Deus.
Segundo a graça que Deus me deu, eu coloquei - como experiente mestre de obra - o alicerce, sobre o qual outros se põem a construir. Mas cada qual veja bem como está construindo.
De fato, ninguém pode colocar outro alicerce diferente do que está aí, já colocado: Jesus Cristo.
Acaso não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus mora em vós?
Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá, pois o santuário de Deus é santo, e vós sois esse santuário.
Palavra do Senhor.
Os braços de um rio vêm trazer alegria à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo.
O Senhor para nós é refúgio e vigor, / sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia; assim não tememos, se a terra estremece, / se os montes desabam, caindo nos mares.
R.
Os braços de um rio vêm trazer alegria / à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo. Quem a pode abalar? Deus está no seu meio! / Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.
R.
Conosco está o Senhor do universo! / O nosso refúgio é o Deus de Jacó! / 9Vinde ver, contemplai os prodígios de Deus / e a obra estupenda que fez no universo: / reprime as guerras na face da terra.
R.
Jesus estava falando do Templo do seu corpo.
+ Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 2, 13-22
Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém.
No Templo, encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas e os cambistas que estavam aí sentados.
Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas.
E disse aos que vendiam pombas: 'Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!'
Seus discípulos lembraram-se, mais tarde, que a Escritura diz: 'O zelo por tua casa me consumirá'.
Então os judeus perguntaram a Jesus: 'Que sinal nos mostras para agir assim?'
Ele respondeu: 'Destruí, este Templo, e em três dias o levantarei'.
Os judeus disseram: 'Quarenta e seis anos foram precisos para a construção deste santuário e tu o levantarás em três dias?'
Mas Jesus estava falando do Templo do seu corpo.
Quando Jesus ressuscitou, os discípulos lembraram-se do que ele tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra dele.
Palavra da Salvação.