Santo

Nascido em Riva, Piedmont, Itália, em 1842, e morreu em Mondonio tambem na Itália em 9 de março de 1857. Foi beatificado em 1950 e canonizado em 1954. Domingos era um de três filhos de um ferreiro e cresceu com desejos de ser um padre. Quando São João Bosco começou a treinar jovens como clérigos para ajudá-los no cuidado de meninos de rua, em Turim o padre da paróquia de Domingos o recomendou a João Bosco, o qual mais tarde escreveu a biografia de Domingos de tão impressionado que ficou ao conhece-lo. Em outubro de 1854, na idade de 12 anos Domingos tornou-se um estudante no Oratório de São Francisco de Sales em Turim. Ele é mais conhecido pelo grupo que organizou chamado a Companhia da Imaculada Conceição. Em adição a sua devoção, ele fazia vários trabalhos como, varrer o chão e tinha especial paciência e cuidado com os jovens mais travessos. Logo que começou no Oratório Domingos separou uma luta entre dois rapazes que se atiravam pedras. Segurando um crucifixo entre eles ele disse : Antes de lutarem olhem para isto e em seguida disse Jesus não tinha nenhum pecado e Ele morreu perdoando os seus executores, nós vamos ultraja-Lo sendo deliberadamente vingativos? Ele escrupulosamente seguia a disciplina da casa e com isto angariava o ressentimento dos outros jovens que esperam dele o mesmo comportamento. Não obstante, ele nunca ofendia quem o tratava mal. Talvez se não fosse a orientação de São João Bosco ele teria se tornado um fanático. Bosco o proibiu de fazer qualquer mortificação ao seu corpo sem sua permissão. Bosco certa vez encontrou Domingos, numa noite fria, em sua cama tremendo sem um só lençol por cima. Não seja louco disse ele a Domingos, você poderá pegar pneumonia !. Por que eu? perguntou Domingos O meu Senhor não pegou pneumonia na manjedoura em Belém? Em outra ocasião Domingos sumiu de manhã até o jantar. Bosco o encontrou no coro da igreja de joelhos, em oração. Ele ficou lá por 6 horas depois que a missa havia acabado e disse que estava distraído. Sempre se referia a suas orações intensas como estando distraído orando e não havia visto o tempo passar. Bosco reportou ao Papa Pio IX o desejo de Domingos em servir na Inglaterra e a Inglaterra tornou-se uma primeira preocupação de Bosco. Alguns dizem que isso era devido ao ímpeto de Pio IX de restaurar a hierarquia da Igreja na Inglaterra. Domingos tornou-se conhecido como uma pessoa com dons espirituais especiais e que reconhecia a necessidade das pessoas, bem alem do percebido pelo padre comum e tinha uma habilidade de profetizar o futuro. Entretanto, a frágil saúde de Domingos piorou e ele foi enviando para Mondonio para uma mudança de clima. Foi diagnosticado como tendo tuberculose e logo começou a sangrar e isso apressou sua morte. Ele recebeu os últimos sacramentos e pediu ao padre para ler a oração dos mortos e no final ele sentou-se e disse: Adeus meu caro padre , sorriu e exclamou!: Estou vendo coisas maravilhosas e logo depois ele morreu sorrindo tão calmo e feliz, que ninguém duvidou de sua visão do paraíso. Pouco tempo depois, São João Bosco escreveu sua biografia, o que contribuiu para a sua canonização. Ele foi a pessoa mais jovem a receber a canonização, na história da Igreja. Ele é o padroeiro dos cantores de coro da igreja e delinqüentes juvenis. Sua festa é celebrada no dia 5 de março
Viveu no sexto século e era uma freira de um convento fundado em Roma por Santa Galla. O papa São Gregorio, o magno narra na historia que escreveu dela que São Pedro apareceu a Santa Benedita em uma visão para avisa-la de sua morte. Dedicava a sua vida em ajudar os pobres e doentes e certa vez uma de suas companheiras de convento viu um anjo a fazer os afazeres de Santa Benedita porque ela estava fora a cuidar de um doente e suas tarefas não podiam se atrasar. Quando veio a falecer, uma luz brilhante e um perfume forte de incenso encheram o quarto. Seu túmulo passou a ser local de romaria e vários milagres são creditados a sua intercessão. Mais tarde suas relíquias foram trasladadas para a igreja de Santa Maria Maior em Roma.
Primeiro século. São Lucius era um dos profetas e doutores da Igreja da Antioquia quando Paulo e Barnabas foram consagrados pelo seu apostolado (Acts 13L1).São Lucio era de Cyrene e foi o seu primeiro bispo da cidade nos Ptolemais (Norte da África). Seu nome é latino, mas alguns sugerem que ele seria um judeu convertido. Era um estudioso dos Evangelhos e respeitado pelo seu saber. É dito que seus sermões converteram centenas no inicio da Igreja da Antioquia. Sua festa é celebrada no dia 6 de maio. A cidade de Cyrene ficava nos limites das Montanhas Verdes (Djebel Akaar) a 16 quilômetros do porto de Apollonia. Era a principal cidade entre o Egito e Cartago (Cyrenaica, hoje o vilarejo de Benghsazi). Alcançou a sua prosperidade no ano de 460 quando se tornou uma república e após a morte de Alexandre caiu em desgaste. Em 74 AC Cyrene tornou-se uma colônia romana. Havia muitos judeus na região com a sua própria Sinagoga em Jerusalém, quando da rebelião em 73 DC contra o Imperador Vespasiano e em 115 DC contra o Imperador Trajano. A história menciona 6 bispos de Cyrene e de acordo com a tradição Bizantina o primeiro foi São Lucius (Acts,cxiii,1). A Sé titular foi suprimida por decreto papal de 1894 e a velha cidade arruinada pelas invasões dos árabes no sétimo século não é habitada, mas ainda é chamada de Qrennah (Cyrene). Sua necrópole é uma das maiores e melhor preservadas do mundo e as tumbas, (a maioria em pedaços cortados da rocha) são do estilo Dorian.