Santo

São Eleotério de Spoleto faleceu em 590. Os diálogos de São Gregório Magno dizem que ele era um homem simples e foi o Abade do Mosteiro de São Marcos perto de Spoleto e muito conhecido porque era favorecido por Deus pelo dom dos milagres.

Curava vários doentes apenas com sua benção e oração. Quando Eleotério expulsava o demônio de uma criança dizia: Se a criança é um servo de Deus o demônio não pode se atrever a se aproximar dela.

Mais tarde São Eleotério renunciou de seu posto na Abadia e migrou para a Abadia de Santo André em Roma onde ele viveu por muitos anos como um simples monge.

Certa vez na vigília da Páscoa o Papa São Gregório Magno não podia jejuar pois estava muito doente. Ele pediu a São Eleotério para ir com ele a igreja de Santo André e oferecer orações a Deus por sua saúde para que ele pudesse praticar o jejum. Eleotério orou com muitas lágrimas e o Papa, quando saiu da igreja, encontrou forças para jejuar como gostaria. Um dos milagres mais famosos de São Eleotério foi levantar um morto de seu caixão. Ele faleceu no Mosteiro de Santo André, mas seu corpo foi trasladado para Spoleto. Sua festa é celebrada no dia 6 de setembro.