Início » Santo

Santo

Santa Marcellina era a irmã mais velha de São Ambrósio de Milão e de São Satyrus. Nasceu em Trier, na Alemanha, filha do prefeito de Gaul, França. Após a morte do seu pai eles mudaram para Roma onde Marcellina ficou encarregada por sua mãe, da educação de seus irmãos e ela sempre os inspirou pelas palavras e atos de virtude cristã. Ela foi consagrada virgem a Jesus e recebeu o véu das mãos do Papa Libério (352-366) em 353 DC, na Basílica de São Pedro. Durante a sua homilia na ocasião, ele exortou as suas virtudes evangelicais e seu comportamento na Igreja como sendo do mais alto respeito. Ela viveu em casa pelo resto de sua vida praticando grande austeridade. Apesar de Marcellina viver com extrema austeridade e jejuar sempre, ela sobreviveu a ambos os irmãos. Algumas vezes ela jejuava por dias e as vezes só comia pão e água. Algumas vezes ela ficava dias sem comer nada. Passava horas em oração e lendo livros piedosos. Mais tarde Santo Ambrosio escreveu "Libri III de Virginibus ad Marcellinum" para ela, e duas de sua epístolas(20 e 22) aconselhava a ela a moderar a sua austeridade, mas isto só fazia redobrar o seu fervor em lágrimas e orações . Ele recomendava para ela sempre ler os Salmos, a oração do Senhor e o Credo, o qual ele chamava de "selo do cristão" e o "guarda do coração". Após a sua morte, seu corpo foi enterrado em um santuário erigido para ela em Milão e vários milagres foram atribuídos a sua intercessão. Sua festa é celebrada no dia 17 de julho.

 

Frases de Santa Marcellina (clique para gerar a imagem)

    Nasceu em 1185 na cidade de Westphalia, Alemanha, filho do conde de Tecklengurg. Foi educado pelos monges do famoso mosteiro Cisterciano de Camp as margens do Reno. Foi ordenado e tornou-se cônego da Igreja de Colonha. Em 1216 foi indicado Bispo de Osnabruck onde se tornou popular e famoso pelos inúmeros milagres e curas. Segundo a tradição ele cuidava pessoalmente de alguns doentes, inclusive dos leprosos. Em particular havia um leproso que Santo Adolfo visitava regularmente dando-lhe conforto. Certo dia aqueles que acompanhavam o bispo, com medo dele contrair a doença, levaram o leproso para um lugar ignorado. Porem no dia seguinte Santo Adolfo foi para o mesmo local, lá entrou ficando por longo tempo. Intrigados, os que o acompanhavam, resolveram verificar e lá encontraram o santo e o leproso em seu leito. Este foi um dos milagres relatados pelos seus contemporâneos. Santo Adolfo veio a falecer em 30 de junho de 1224 e seu túmulo logo se tornou local de peregrinação e vários milagres são atribuídos a sua intercessão. Segundo os beneditinos ele era o almoner of the poor .Almoner era uma espécie de autoridade que distribuía bens, medicamentos e moedas as pessoas necessitadas e os instruía como usar os medicamentos e bens recebidos. Assim Santo Adolfo era considerado o Almoner dos pobres. Sua festa é celebrada no dia 17 de junho.

     

    Frases de Santo Adolfo de Osnabruck (clique para gerar a imagem)

      Conhecido também como Santo Aléxis. Diz à tradição que ele era de uma família muito rica e não queria se casar, mas sua mãe se empenhou em celebrar suas bodas com uma moça bela e rica, mas ele não se decidia. Na cerimônia do casamento antes de dizer o sim, ele abandonou a igreja e se retirou para Edessa (hoje chamado Urfa na Turquia). Ali distribuiu seus bens aos pobres e pediu esmola durante 17 anos. Muitos foram os milagres a ele atribuídos. Ele era chamado “O Homem de Deus” e foi introduzido no Leste pelos monges gregos que deram a Abadia Beneditina de São Bonifácio em Abeentine o nome de São Bonifácio e Santo Aleixo. Em 1226 suas relíquias foram descobertas pelo Papa Honorius III e reverenciadas em um altar naquela Igreja. Após viver esta vida de pedinte por anos sua identidade teria sido revelada porque a Virgem Maria aparecia para aqueles em oração e dizia “Procurem o Homem de Deus”. Para evitar ser descoberto ele fugiu de navio para Tarsus, mas uma estranha tempestade levou o navio a naufragar pertíssimo da costa da Itália onde ele passou a viver da mesma forma, ou seja pedindo esmolas e ajudando os pobres. Diz à tradição que certo dia o Papa Inocêncio I estava celebrando uma missa para o Imperador, e ouviu uma voz dizer: “Procure o Homem de Deus”. Guiado pela voz ele e o imperador foram a casa de Euphemian e quando lá chegaram encontraram Santo Aleixo morto e envolto em roupas rasgadas e debaixo de uma escada e na mão segurava um pergaminho com o seu nome e sua história. Em 404DC. Seu amor e caridade aos pobres eram notáveis. Diz à tradição que ele curava várias doenças apenas com sua benção e oração. De uma forma inexplicável, talvez milagrosa, seu nome foi encontrado na Inglaterra, no século 12 nos Salmos de Santa Christina de Markyate. Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado segurando uma escada, ou 2) em farrapos dormindo debaixo de uma escada , ou 3) como um pedinte ajoelhado ante o Papa, 4) ou dando ao Papa uma carta. Ele é o padroeiro dos pedintes e peregrinos. Sua festa é celebrada no dia 17 de julho.

       

      Frases de Santo Aleixo (clique para gerar a imagem)