Liturgia

2ª-FEIRA DA 5ª SEMANA - TEMPO COMUM

Conduziram a arca da aliança ao Santo dos Santos
e uma nuvem encheu o templo do Senhor.
Leitura do Primeiro Livro dos Reis 8, 1-7. 9-13
Naqueles dias:
Salomão convocou, junto de si em Jerusalém, todos os anciãos de Israel, todos os chefes das tribos e príncipes das famílias dos filhos de Israel, a fim de transferir da cidade de Sião, que é Jerusalém, a arca da aliança do Senhor.
Todo o Israel reuniu-se em torno de Salomão, no mês de Etanim, ou seja, no sétimo mês, durante a festa.
Vieram todos os anciãos de Israel, e os sacerdotes tomaram a arca
e carregaram-na junto com a tenda da reunião, como também todos os objetos sagrados que nela estavam; quem os carregava eram os sacerdotes e os levitas.
O rei Salomão e toda a comunidade de Israel, reunida em torno dele, imolavam diante da arca ovelhas e bois em tal quantidade, que não se podia contar nem calcular.
E os sacerdotes conduziram a arca da aliança do Senhor ao seu lugar, no santuário do templo, ao Santo dos Santos, debaixo das asas dos querubins,
pois os querubins estendiam suas asas sobre o lugar da arca, cobrindo a arca e seus varais por cima.
Dentro da arca só havia as duas tábuas de pedra, que Moisés ali tinha deposto no monte Horeb, quando o Senhor concluiu a aliança com os filhos de Israel, logo que saíram da terra do Egito.
Ora, quando os sacerdotes deixaram o santuário, uma nuvem encheu o templo do Senhor,
de modo que os sacerdotes não puderam continuar as funções porque a glória do Senhor tinha enchido o templo do Senhor.
Então Salomão disse: 'O Senhor disse que habitaria numa nuvem,
e eu edifiquei uma casa para tua morada, um templo onde vivas para sempre'.
Palavra do Senhor.
Subi, Senhor, para o lugar de vosso pouso!
Nós soubemos que a arca estava em Éfrata / e nos campos de Jaar a encontramos: Entremos no lugar em que ele habita, / ante o escabelo de seus pés o adoremos!
R.
Subi, Senhor, para o lugar de vosso pouso, / subi vós, com vossa arca poderosa!Que se vistam de alegria os vossos santos, / e os vossos sacerdotes, de justiça!Por causa de Davi, o vosso servo, / não afasteis do vosso Ungido a vossa face!
R.
E todos quantos o tocavam ficavam curados.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 6, 53-56
Naquele tempo:
Tendo Jesus e seus discípulos acabado de atravessar o mar da Galiléia, chegaram a Genesaré e amarraram a barca.
Logo que desceram da barca, as pessoas imediatamente reconheceram Jesus.
Percorrendo toda aquela região, levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava.
E, nos povoados, cidades e campos onde chegavam, colocavam os doentes nas praças e pediam-lhe para tocar, ao menos, a barra de sua veste. E todos quantos o tocavam ficavam curados.
Palavra da Salvação.

SANTA ESCOLÁSTICA, VIRGEM - SANTORAL

O amor é forte como a morte.
Leitura do Livro do Cântico dos Cânticos 8, 6-7
Grava-me como um selo em teu coração, como um selo em teu braço! Porque o amor é forte como a morte e a paixão é cruel como a morada dos mortos; suas faíscas são de fogo, uma labareda divina.
Óguas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo. Se alguém oferecesse todas as riquezas de sua casa para comprar o amor, seria tratado com desprezo.
Palavra do Senhor.
Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Ou: Vós jovens, vós moças e rapazes, louvai todos o nome do Senhor!
Louvai o Senhor Deus nos altos céus, / louvai-o no excelso firmamento!Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, / louvai-o, legiões celestiais!
R.
Reis da terra, povos todos, bendizei-o, / e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, / anciãos e criancinhas, bendizei-o! Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos.
R.
A majestade e esplendor de sua glória / ultrapassam em grandeza o céu e a terra. Ele exaltou seu povo eleito em poderio / ele é o motivo de louvor para os seus santos. / É um hino para os filhos de Israel, / este povo que ele ama e lhe pertence.
R.
Marta recebeu-o em sua casa.
Maria escolheu a melhor parte.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 10, 38-42.
Naquele tempo:
Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa.
Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra.
Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: 'Senhor, não te importas que minha irmó me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!'
O Senhor, porém, lhe respondeu: 'Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas.
Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada. '
Palavra da Salvação.