Liturgia

3ª-FEIRA DA 24ª SEMANA - TEMPO COMUM

Vós, todos juntos, sois o corpo de Cristo;
e, individualmente, sois membros desse corpo.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 12, 12-14. 27-31a
Irmãos:
Como o corpo é um, embora tenha muitos membros, e como todos os membros do corpo, embora sejam muitos, formam um só corpo, assim também acontece com Cristo.
De fato, todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito.
Com efeito, o corpo não é feito de um membro apenas, mas de muitos membros.
Vós, todos juntos, sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros desse corpo.
E, na Igreja, Deus colocou, em primeiro lugar, os apóstolos; em segundo lugar, os profetas; em terceiro lugar, os que têm o dom e a missão de ensinar; depois, outras pessoas com dons diversos, a saber: dom de milagres, dom de curas, dom para obras de misericórdia, dom de governo e direção, dom de línguas.
Acaso todos são apóstolos? Todos são profetas? Todos ensinam? Todos realizam milagres?
Todos têm o dom das curas? Todos falam em línguas? Todos as interpretam?
Aspirai aos dons mais elevados.
Palavra do Senhor.
Nós somos o seu povo e seu rebanho.
Aclamai o Senhor, ó terra inteira, / servi ao Senhor com alegria, / ide a ele cantando jubilosos!
R.
Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, / Ele mesmo nos fez, e somos seus, / nós somos seu povo e seu rebanho.
R.
Entrai por suas portas dando graças, / e em seus átrios com hinos de louvor; / dai-lhe graças, seu nome bendizei!
R.
Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, / sua bondade perdura para sempre, / seu amor é fiel eternamente!
R.
Jovem, eu te ordeno, levanta-te!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 7, 11-17
Naquele tempo:
Jesus dirigiu-se a uma cidade chamada Naim. Com ele iam seus discípulos e uma grande multidão.
Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único; e sua mãe era viúva. Grande multidão da cidade a acompanhava.
Ao vê-la, o Senhor sentiu compaixão para com ela e lhe disse: 'Não chores!'
Aproximou-se, tocou o caixão, e os que o carregavam pararam. Então, Jesus disse: 'Jovem, eu te ordeno, levanta-te!'
O que estava morto sentou-se e começou a falar. E Jesus o entregou à sua mãe.
Todos ficaram com muito medo e glorificavam a Deus, dizendo: 'Um grande profeta apareceu entre nós e Deus veio visitar o seu povo. '
E a notícia do fato espalhou-se pela Judéia inteira, e por toda a redondeza.
Palavra da Salvação.

NOSSA SENHORA DAS DORES - SANTORAL

Aprendeu o que significa a obediência a Deus
e tornou-se causa de salvação eterna.
Leitura da Carta aos Hebreus 5, 7-9
Cristo, nos dias de sua vida terrestre, dirigiu preces e súplicas, com forte clamor e lágrimas, àquele que era capaz de salvá-lo da morte. E foi atendido, por causa de sua entrega a Deus.
Mesmo sendo Filho, aprendeu o que significa a obediência a Deus por aquilo que ele sofreu.
Mas, na consumação de sua vida, tornou-se causa de salvação eterna para todos os que lhe obedecem.
Palavra do Senhor.
Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!
Senhor, eu ponho em vós minha esperança; / que eu não fique envergonhado eternamente!Porque sois justo, defendei-me e libertai-me / apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!
R.
Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve!Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; / por vossa honra orientai-me e conduzi-me!
R.
Retirai-me desta rede traiçoeira, / porque sois o meu refúgio protetor!Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, / porque vós me salvareis, ó Deus fiel!
R.
A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio, / e afirmo que só vós sois o meu Deus!Eu entrego em vossas mãos o meu destino; / libertai-me do inimigo e do opressor!
R.
Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, / que reservastes para aqueles que vos temem! / Para aqueles que em vós se refugiam, / mostrando, assim, o vosso amor perante os homens.
R.
Mãe entre todas bendita, do Filho único aflita,
a imensa dor assistia (Stabat Mater).
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 19, 25-27
Naquele tempo:
Perto da cruz de Jesus, estavam de pé a sua mãe, a irmó da sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena.
Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: 'Mulher, este é o teu filho'.
Depois disse ao discípulo: 'Esta é a tua mãe'. Daquela hora em diante, o discípulo a acolheu consigo.
Palavra da Salvação.