Liturgia

5ª-FEIRA DA 24ª SEMANA - TEMPO COMUM

É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado
e é isso o que crestes.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15, 1-11
Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos preguei e que recebestes, e no qual estais firmes.
Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi pregado por mim. De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão.
Com efeito, transmití-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras;
que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras;
e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze.
Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram.
Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos.
Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo.
Na verdade, eu sou o menor dos apóstolos, nem mereço o nome de apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus.
É pela graça de Deus que eu sou o que sou. Sua graça para comigo não foi estéril: a prova é que tenho trabalhado mais do que os outros apóstolos - não propriamente eu, mas a graça de Deus comigo.
É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado e é isso o que crestes.
Palavra do Senhor.
Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! / 'Eterna é a sua misericórdia!'A casa de Israel agora o diga: / 'Eterna é a sua misericórdia!'
R.
A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou, / a mão direita do Senhor fez maravilhas!'Não morrerei, mas ao contrário, viverei / para cantar as grandes obras do Senhor!
R.
Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! / Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!
R.
Os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados
porque ela mostrou muito amor.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 7, 36-50
Naquele tempo:
Um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.
Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume,
e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com o perfume.
Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: 'Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora. '
Jesus disse então ao fariseu: 'Simão, tenho uma coisa para te dizer. ' Simão respondeu: 'Fala, mestre!'
'Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinqüenta.
Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?'
Simão respondeu: 'Acho que é aquele ao qual perdoou mais. ' Jesus lhe disse: 'Tu julgaste corretamente. '
Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: 'Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos.
Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés.
Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume.
Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor. '
E Jesus disse à mulher: 'Teus pecados estão perdoados. '
Então, os convidados começaram a pensar: 'Quem é este que até perdoa pecados?'
Mas Jesus disse à mulher: 'Tua fé te salvou. Vai em paz!'
Palavra da Salvação.

SÃO ROBERTO BELARMINO, BISPO E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL

Amei a sabedoria mais que a saúde e a beleza.
Leitura do Livro da Sabedoria 7, 7-10. 15-16
Orei, e foi-me dada a prudência; supliquei, e veio a mim o espírito da sabedoria.
Preferi a Sabedoria aos cetros e tronos e em comparação com ela, julguei sem valor a riqueza;
a ela não igualei nenhuma pedra preciosa, pois, a seu lado, todo o ouro do mundo é um punhado de areia e diante dela, a prata, será como a lama.
Amei-a mais que a saúde e a beleza, e quis possuí-la mais que a luz, pois o esplendor que dela irradia não se apaga.
Deus me conceda falar com inteligência e ter pensamentos dignos dos dons que recebi, pois ele não só mostra o caminho da Sabedoria, como também corrige os sábios;
em suas mãos estamos nós e as nossas palavras, assim como toda a inteligência e habilidade.
Palavra do Senhor.
Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.
Ou: Senhor, tuas palavras são espírito, são vida!
A lei do Senhor Deus é perfeita, / conforto para a alma! / O testemunho do Senhor é fiel, / sabedoria dos humildes.
R.
Os preceitos do Senhor são precisos, / alegria ao coração. / O mandamento do Senhor é brilhante, / para os olhos é uma luz.
R.
É puro o temor do Senhor, / imutável para sempre. / Os julgamentos do Senhor são corretos / e justos igualmente.
R.
Mais desejáveis do que o ouro são eles, / do que o ouro refinado. / Suas palavras são mais doces que o mel, / que o mel que sai dos favos.
R.
A casa construída sobre a rocha e
a casa construída sobre a areia.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7, 21-29
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus.
Naquele dia, muitos vão me dizer: 'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?'
Então eu lhes direi publicamente: 'Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal.
Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha.
Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!'
Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento.
De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os mestres da lei.
Palavra da Salvação.