Liturgia

2ª-FEIRA DA 21ª SEMANA - TEMPO COMUM

O nome de nosso Senhor Jesus Cristo
será glorificado em vós, e vós nele.
Início da Segunda Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1, 1-5. 11b-12
Paulo, Silvano e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses reunida em Deus nosso Pai e no Senhor Jesus Cristo:
a vós, graça e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo.
Devemos agradecer sempre por vós, irmãos, com toda justiça, porque progredis sempre mais na fé e porque aumenta a caridade que tendes uns para com os outros.
Assim, nos gloriamos nas igrejas de Deus por causa da vossa perseverança e da vossa fé em todas as perseguições e sofrimentos que suportais.
Estes constituem um sinal do justo juízo de Deus, pois servem para serdes julgados dignos do reino de Deus, pelo qual também estais sofrendo.
Que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação. Que ele, por seu poder, realize todo o bem que desejais e torne ativa a vossa fé.
Assim o nome de nosso Senhor Jesus Cristo será glorificado em vós, e vós nele, em virtude da graça do nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.
Palavra do Senhor.
Anunciai as maravilhas do Senhor entre todas as nações!
Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!
R.
Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, / e entre os povos do universo seus prodígios!
R.
pois Deus é grande e muito digno de louvor, / é mais terrível e maior que os outros deuses, porque um nada são os deuses dos pagãos. / Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus.
R.
Ai de vós, guias cegos!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23, 13-22
Naquele tempo, disse Jesus:
Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais, nem deixais entrar aqueles que o desejam.
Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, e quando o conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós.
Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: 'Se alguém jura pelo Templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!'
Insensatos e cegos! O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro?
Vós dizeis também: 'Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!'
Cegos! O que vale mais: a oferta, ou o altar que santifica a oferta?
Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele.
E quem jura pelo Templo, jura por ele e por Deus que habita no Templo.
E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado.
Palavra da Salvação.

SÃO BARTOLOMEU, APÓSTOLO - SANTORAL

A muralha da cidade tinha doze alicerces,
e sobre eles estavam escritos
os nomes dos doze
póstolos do Cordeiro.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João 21, 9b-14
Um anjo falou comigo e disse: 'Vem! Vou mostrar-te a noiva, a esposa do Cordeiro'.
Então me levou em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus,
brilhando com a glória de Deus. Seu brilho era como o de uma pedra preciosíssima, como o brilho de jaspe cristalino.
Estava cercada por uma muralha maciça e alta, com doze portas. Sobre as portas estavam doze anjos, e nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel.
Havia três portas do lado do oriente, três portas do lado norte, três portas do lado sul e três portas do lado do ocidente.
A muralha da cidade tinha doze alicerces, e sobre eles estavam escritos os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
Palavra do Senhor.
Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!
Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, / e os vossos santos com louvores vos bendigam!Narrem a glória e o esplendor do vosso reino / e saibam proclamar vosso poder!
R.
Para espalhar vossos prodígios entre os homens / e o fulgor de vosso reino esplendoroso. O vosso reino é um reino para sempre, vosso poder, de geração em geração.
R.
É justo o Senhor em seus caminhos, / é santo em toda obra que ele faz. Ele está perto da pessoa que o invoca, / de todo aquele que o invoca lealmente.
R.
Aí vem um israelita de verdade,
um homem sem falsidade.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 1, 45-51
Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: 'Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José'.
Natanael disse: 'De Nazaré pode sair coisa boa?' Filipe respondeu: 'Vem ver!'
Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: 'Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade'.
Natanael perguntou: 'De onde me conheces?' Jesus respondeu: 'Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi'.
Natanael respondeu: 'Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel'.
Jesus disse: 'Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!'
E Jesus continuou: 'Em verdade, em verdade, eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem'.
Palavra da Salvaçào.