Início » Liturgia

Liturgia


5ª-FEIRA DEPOIS DA EPIFANIA - NATAL

Aquele que ama a Deus, ame também o seu irmão.
Leitura da Primeira Carta de São João 4, 19 - 5, 4
Caríssimos:
Quanto a nós, amemos Deus porque ele nos amou primeiro.
Se alguém disser: 'Amo a Deus', mas entretanto odeia o seu irmão, é um mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê.
E este é o mandamento que dele recebemos: aquele que ama a Deus, ame também o seu irmão.
Todo o que crê que Jesus é o Cristo, nasceu de Deus, e quem ama aquele que gerou alguém, amará também aquele que dele nasceu.
Podemos saber que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos.
Pois isto é amar a Deus: observar os seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados,
pois todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que venceu o mundo: a nossa fé.
Palavra do Senhor.
Os reis de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!
Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, / vossa justiça ao descendente da realeza!Com justiça ele governe o vosso povo, / com eqüidade ele julgue os vossos pobres.
R.
Há de livrá-los da violência e opressão, / pois vale muito o sangue deles a seus olhos!Hão de rezar também por ele sem cessar, bendizê-lo e honrá-lo cada dia.
R.
Seja bendito o seu nome para sempre! / E que dure como o sol sua memória! / Todos os povos serão nele abençoados, / todas as gentes cantarão o seu louvor!
R.
Hoje se cumpriu esta palavra da Escritura.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 4, 14-22a
Naquele tempo:
Jesus voltou para a Galiléia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a redondeza.
Ele ensinava nas suas sinagogas e todos o elogiavam.
E veio à cidade de Nazaré, onde se tinha criado. Conforme seu costume, entrou na sinagoga no sábado, e levantou-se para fazer a leitura.
Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesus achou a passagem em que está escrito:
'O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa Nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos
e para proclamar um ano da graça do Senhor. '
Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante, e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele.
Então começou a dizer-lhes: 'Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir. '
Todos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca.
Palavra da Salvação.

SÃO RAIMUNDO DE PENYAFORT, PRESBÍTERO - SANTORAL

Cristo confiou-nos o ministério da reconciliação.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 5, 14-20
Irmãos:
O amor de Cristo nos pressiona, pois julgamos que um só morreu por todos, e que, logo, todos morreram.
De fato, Cristo morreu por todos, para que os vivos não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
Assim, doravante, não conhecemos ninguém conforme a natureza humana. E, se uma vez conhecemos Cristo segundo a carne, agora já não o conhecemos assim.
Portanto, se alguém está em Cristo, é uma criatura nova. O mundo velho desapareceu. Tudo agora é novo.
E tudo vem de Deus, que, por Cristo, nos reconciliou consigo e nos confiou o ministério da reconciliação.
Com efeito, em Cristo, Deus reconciliou o mundo consigo, não imputando aos homens as suas faltas e colocando em nós a palavra da reconciliação.
Somos, pois, embaixadores de Cristo, e é Deus mesmo que exorta através de nós. Em nome de Cristo, nós vos suplicamos: deixai-vos reconciliar com Deus.
Palavra do Senhor.
Bendize, ó minha alma, ao Senhor!
Bendize, ó minha alma, ao Senhor, / e todo o meu ser, seu santo nome!Bendize, ó minha alma, ao Senhor, / não te esqueças de nenhum de seus favores!
R.
Pois ele te perdoa toda culpa, / e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida / e te cerca de carinho e compaixão.
R.
O Senhor é indulgente, é favorável, / é paciente, é bondoso e compassivo. Não fica sempre repetindo as suas queixas, / nem guarda eternamente o seu ranco
R.
Como um pai se compadece de seus filhos, / o Senhor tem compaixão dos que o temem. Porque sabe de que barro somos feitos, / e se lembra que apenas somos pó.
R.
Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme / é de sempre e perdura para sempre; / e também sua justiça se estende / por gerações até os filhos de seus filhos, aos que guardam fielmente sua Aliança.
R.
Vós também ficai preparados!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12, 35-40
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas.
Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater.
Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá.
E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!
Mas ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa.
Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes'.
Palavra da Salvação.