Início » Liturgia

Liturgia


6ª-FEIRA DA 23ª SEMANA - TEMPO COMUM

Eu, que antes blasfemava, encontrei misericórdia.
Início da Primeira Carta de São Paulo a Timóteo 1, 1-2. 12-14
Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, nossa esperança,
a Timóteo, verdadeiro filho na fé: a graça, a misericórdia e a paz de Deus Pai e de Cristo Jesus, Nosso Senhor.
Agradeço àquele que me deu força, Cristo Jesus, nosso Senhor, pela confiança que teve em mim ao designar-me para o seu serviço,
a mim, que antes blasfemava, perseguia e insultava. Mas encontrei misericórdia, porque agia com a ignorância de quem não tem fé.
Transbordou a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.
Palavra do Senhor.
O Senhor é a porção da minha herança!
Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! Digo ao Senhor: 'Somente vós sois meu Senhor. Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, / meu destino está seguro em vossas mãos!
R.
Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, / e até de noite me adverte o coração. Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, / pois se o tenho a meu lado não vacilo.
R.
Vós me ensinais vosso caminho para a vida; / junto a vós, felicidade sem limites, / delícia eterna e alegria ao vosso lado!
R.
Pode um cego guiar outro cego?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6, 39-42
Naquele tempo:
Jesus contou uma parábola aos discípulos: 'Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois num buraco?
Um discípulo não é maior do que o mestre; todo discípulo bem formado será como o mestre.
Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho?
Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho, quando tu não vês a trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão.
Palavra da Salvação.