Liturgia


2ª-FEIRA DA 24ª SEMANA - TEMPO COMUM

Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!
Escutai o meu clamor, a minha súplica, / quando eu grito para vós; / quando eu elevo, ó Senhor, as minhas mãos / para o vosso santuário.
R.
Minha força e escudo é o Senhor; / meu coração nele confia. / Ele ajudou-me e alegrou meu coração; / eu canto em festa o seu louvor.
R.
O Senhor é a fortaleza do seu povo / e a salvação do seu Ungido. Salvai o vosso povo e libertai-o; / abençoai a vossa herança! / Sede vós o seu pastor e o seu guia / pelos séculos eternos!
R.
Recomendo que se façam orações a Deus por todos
os homens. Deus que quer que todos sejam salvos.
Leitura da primeira Carta de São Paulo a Timóteo 2, 1-8
Caríssimo:
Antes de tudo, recomendo que se façam preces e orações, súplicas e ações de graças, por todos os homens;
pelos que governam e por todos que ocupam altos cargos, a fim de que possamos levar uma vida tranqüila e serena, com toda piedade e dignidade.
Isto é bom e agradável a Deus, nosso Salvador;
ele quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade.
Pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus,
que se entregou em resgate por todos. Este é o testemunho dado no tempo estabelecido por Deus,
e para este testemunho eu fui designado pregador e apóstolo, e - falo a verdade, não minto - mestre das nações pagós na fé e na verdade.
Quero, portanto, que em todo lugar os homens façam a oração, erguendo mãos santas, sem ira e sem discussões.
Palavra do Senhor.
Nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 7, 1-10
Naquele tempo:
Quando acabou de falar ao povo que o escutava, Jesus entrou em Cafarnaum.
Havia lá um oficial romano que tinha um empregado a quem estimava muito, e que estava doente, à beira da morte.
O oficial ouviu falar de Jesus e enviou alguns anciãos dos judeus, para pedirem que Jesus viesse salvar seu empregado.
Chegando onde Jesus estava, pediram-lhe com insistência: 'O oficial merece que lhe faças este favor,
porque ele estima o nosso povo. Ele até nos construiu uma sinagoga. '
Então Jesus pôs-se a caminho com eles. Porém, quando já estava perto da casa, o oficial mandou alguns amigos dizerem a Jesus: 'Senhor, não te incomodes, pois não sou digno de que entres em minha casa.
Nem mesmo me achei digno de ir pessoalmente ao teu encontro. Mas ordena com a tua palavra, e o meu empregado ficará curado.
Eu também estou debaixo de autoridade, mas tenho soldados que obedecem às minhas ordens. Se ordeno a um : 'Vai!', ele vai; e a outro: 'Vem!', ele vem; e ao meu empregado'Faze isto!', e ele o faz'. '
Ouvindo isso, Jesus ficou admirado. Virou-se para a multidão que o seguia, e disse: 'Eu vos declaro que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé. '
Os mensageiros voltaram para a casa do oficial e encontraram o empregado em perfeita saúde.
Palavra da Salvação.

SÃO JOÃO CRISÓSTOMO, BISPO E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL

Foi Cristo quem instituiu alguns como apóstolos,
outros como evangelistas.
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 4, 1-7. 11-13
Irmãos:
Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes:
Com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor.
Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz.
Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados.
Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo,
um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.
Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu.
E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres.
Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo,
até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude.
Palavra do Senhor.
Eis que venho fazer com prazer a vossa vontade, Senhor!
Esperando, esperei no Senhor, / e inclinando-se, ouviu meu clamor. Canto novo ele pôs em meus lábios, um poema em louvor ao Senho
R.
Sacrifício e oblação não quisestes, / mas abristes, Senhor, meus ouvidos; / não pedistes ofertas nem vítimas, / holocaustos por nossos pecados, e então eu vos disse: 'Eis que venho!'
R.
Sobre mim está escrito no livro: 'Com prazer faço a vossa vontade, / guardo em meu coração vossa lei!'
R.
Boas-novas de vossa justiça / anunciei numa grande assembléia; / vós sabeis: não fechei os meus lábios!
R.
O semeador saiu a semear.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 4, 1-10. 13-20
Naquele tempo,
Jesus começou a ensinar de novo às margens do mar da Galiléia. Uma multidão muito grande se reuniu em volta dele, de modo que Jesus entrou numa barca e se sentou, enquanto a multidão permanecia junto às margens, na praia.
Jesus ensinava-lhes muitas coisas em parábolas. E, em seu ensinamento, dizia-lhes:
'Escutai! O semeador saiu a semear.
Enquanto semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho; vieram os pássaros e a comeram.
Outra parte caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; brotou logo, porque a terra não era profunda,
mas, quando saiu o sol, ela foi queimada; e, como não tinha raiz, secou.
Outra parte caiu no meio dos espinhos; os espinhos cresceram, a sufocaram, e ela não deu fruto.
Outra parte caiu em terra boa e deu fruto, que foi crescendo e aumentando, chegando a render trinta, sessenta e até cem por um'.
E Jesus dizia: 'Quem tem ouvidos para ouvir, ouça'.
Quando ficou sozinho, os que estavam com ele, junto com os Doze, perguntaram sobre as parábolas.
E lhes disse: 'Vós não compreendeis esta parábola? Então, como compreendereis todas as outras parábolas?
O semeador semeia a Palavra.
Os que estão à beira do caminho são aqueles nos quais a Palavra foi semeada; logo que a escutam, chega Satanás e tira a Palavra que neles foi semeada.
Do mesmo modo, os que receberam a semente em terreno pedregoso, são aqueles que ouvem a Palavra e logo a recebem com alegria,
mas não têm raiz em si mesmos, são inconstantes; quando chega uma tribulação ou perseguição, por causa da Palavra, logo desistem.
Outros recebem a semente entre os espinhos: são aqueles que ouvem a Palavra;
mas quando surgem as preocupações do mundo, a ilusão da riqueza e todos os outros desejos, sufocam a Palavra, e ela não produz fruto.
Por fim, aqueles que recebem a semente em terreno bom, são os que ouvem a Palavra, a recebem e dão fruto; um dá trinta, outro sessenta e outro cem por um'.
Palavra da Salvação.