Início » Liturgia

Liturgia


SÁBADO DA 2ª SEMANA - TEMPO COMUM

Com o seu próprio sangue,
ele entrou no Santuário uma vez por todas.
Leitura da Carta aos Hebreus 9, 2-3. 11-14
Irmãos:
Foi construída uma primeira tenda, chamada o Santo, onde se encontravam o candelabro, a mesa e os pães da proposição.
Atrás da segunda cortina, havia outra tenda, chamada o Santo dos Santos.
Cristo, porém, veio como sumo sacerdote dos bens futuros. Através de uma tenda maior e mais perfeita, que não é obra de mãos humanas, isto é, que não faz parte desta criação,
e não com o sangue de bodes e bezerros, mas com o seu próprio sangue, ele entrou no Santuário uma vez por todas, obtendo uma redenção eterna.
De fato, se o sangue de bodes e touros, e a cinza de novilhas espalhada sobre os seres impuros os santifica e realiza a pureza ritual dos corpos,
quanto mais o Sangue de Cristo, purificará a nossa consciência das obras mortas, para servirmos ao Deus vivo, pois, em virtude do espírito eterno, Cristo se ofereceu a si mesmo a Deus como vítima sem mancha.
Palavra do Senhor.
Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.
Povos todos do universo, batei palmas, / gritai a Deus aclamações de alegria!Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, / o soberano que domina toda a terra.
R.
Por entre aclamações Deus se elevou, / o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, / salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!
R.
Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, / ao som da harpa acompanhai os seus louvores!Deus reina sobre todas as nações, / está sentado no seu trono glorioso.
R.
Os parentes de Jesus diziam que estava fora de si.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3, 20-21
Naquele tempo:
Jesus voltou para casa com os discípulos. E de novo se reuniu tanta gente que eles nem sequer podiam comer.
Quando souberam disso, os parentes de Jesus saíram para agarrá-lo, porque diziam que estava fora de si.
Palavra da Salvação.