Liturgia


5ª-FEIRA DA 23ª SEMANA - TEMPO COMUM

Amai-vos uns aos outros,
pois o amor é o vínculo da perfeição.
Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses 3, 12-17
Irmãos:
Vós sois amados por Deus, sois os seus santos eleitos. Por isso, revesti-vos de sincera misericórdia, bondade, humildade, mansidão e paciência,
suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos mutuamente, se um tiver queixa contra o outro. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai vós também.
Mas, sobretudo, amai-vos uns aos outros, pois o amor é o vínculo da perfeição.
Que a paz de Cristo reine em vossos corações, à qual fostes chamados como membros de um só corpo. E sede agradecidos.
Que a palavra de Cristo, com toda a sua riqueza, habite em vós. Ensinai e admoestai-vos uns aos outros com toda a sabedoria. Do fundo dos vossos corações, cantai a Deus salmos, hinos e cânticos espirituais, em ação de graças.
Tudo o que fizerdes, em palavras ou obras, seja feito em nome do Senhor Jesus Cristo. Por meio dele dai graças a Deus, o Pai.
Palavra do Senhor.
Louve o Senhor tudo o que vive e que respira.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Louvai o Senhor Deus no santuário, / louvai-o no alto céu de seu poder!Louvai-o por seus feitos grandiosos, / louvai-o em sua grandeza majestosa!
R.
Louvai-o com o toque da trombeta, / louvai-o com a harpa e com a cítara!Louvai-o com a dança e o tambor, / louvai-o com as cordas e as flautas!
R.
Louvai-o com os címbalos sonoros, / louvai-o com os címbalos de júbilo!Louve a Deus tudo o que vive e que respira, / tudo cante os louvores do Senhor!
R.
Sede misericordiosos, como também
o vosso Pai é misericordioso.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 6, 27-38
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
A vós que me escutais, eu digo: Amai os vossos inimigos e fazei o bem aos que vos odeiam,
bendizei os que vos amaldiçoam, e rezai por aqueles que vos caluniam.
Se alguém te der uma bofetada numa face, oferece também a outra. Se alguém te tomar o manto, deixa-o levar também a túnica.
Dá a quem te pedir e, se alguém tirar o que é teu, não peças que o devolva.
O que vós desejais que os outros vos façam, fazei-o também vós a eles.
Se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Até os pecadores amam aqueles que os amam.
E se fazeis o bem somente aos que vos fazem o bem, que recompensa tereis? Até os pecadores fazem assim.
E se emprestais somente àqueles de quem esperais receber, que recompensa tereis? Até os pecadores emprestam aos pecadores, para receber de volta a mesma quantia.
Ao contrário, amai os vossos inimigos, fazei o bem e emprestai sem esperar coisa alguma em troca. Então, a vossa recompensa será grande, e sereis filhos do Altíssimo, porque Deus é bondoso também para com os ingratos e os maus.
Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso.
Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados.
Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos. '
Palavra da Salvação.

SÃO PEDRO CLAVER, PRESBÍTERO - SANTORAL

Reparte o teu pão com o faminto.
Leitura do Livro do Profeta Isaías 58, 6-11
Assim fala o Senhor:
'O jejum que prefiro, acaso, não é outro: - quebrar as cadeias injustas, desligar as amarras do jugo, tornar livres os que estão detidos, enfim, romper todo tipo de sujeição?
Não é repartir o pão com o faminto, acolher em casa os pobres e peregrinos? Quando encontrares um nu, cobre-o, e não desprezes a tua carne.
Então, brilhará tua luz como a aurora e tua saúde há de recuperar-se mais depressa; à frente caminhará tua justiça e a glória do Senhor te seguirá.
Então invocarás o Senhor e ele te atenderá, pedirás socorro, e ele dirá: 'Eis-me aqui'. Se destruíres teus instrumentos de opressão, e deixares os hábitos autoritários e a linguagem maldosa;
se acolheres de coração aberto o indigente e prestares todo socorro ao necessitado, nascerá nas trevas a tua luz e tua vida obscura será como o meio-dia.
O Senhor te conduzirá sempre e saciará tua sede na aridez da vida, e renovará o vigor do teu corpo; serás como um jardim bem regado, como uma fonte de águas que jamais secarão'.
Palavra do Senhor.
Feliz aquele que encontra seu prazer na lei de Deus!
Ou: É feliz quem a Deus se confia!
Ou: O justo florirá como a palmeira, nos átrios de meu Deus.
Feliz é todo aquele que não anda / conforme os conselhos dos perversos; / que não entra no caminho dos malvados, / nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus / e a medita, dia e noite, sem cessaEis que ele é semelhante a uma árvore / que à beira da torrente está plantada; / ela sempre dá seus frutos a seu tempo, / e jamais as suas folhas vão murchar. / Eis que tudo o que ele faz vai prosperar,
R.
mas bem outra é a sorte dos perversos. / Ao contrário, são iguais à palha seca / espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, / mas a estrada dos malvados leva à morte.
R.
Todas as vezes que fizestes isso a um dos menores
de meus irmãos foi a mim que o fizestes.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25, 31-40
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
'Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso.
Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos.
E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.
Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: `Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo!
Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa;
eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar'.
Então os justos lhe perguntarão: `Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer?' com sede e te demos de beber?
Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos?
Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?'
Então o Rei lhes responderá: `Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!''
Palavra da Salvação.