Início » Liturgia

Liturgia


SÁBADO DA 11ª SEMANA - TEMPO COMUM

Eu não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 12, 1-10
Irmãos:
Será que é preciso gloriar-me? Na verdade, não convém. No entanto, passarei a falar das visões e revelações do Senhor.
Conheço um homem, unido a Cristo, que, há quatorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu. Se ele foi arrebatado com o corpo ou sem o corpo, eu não o sei, só Deus sabe.
Sei que esse homem - se com o corpo ou sem o corpo, não sei, Deus o sabe -
foi arrebatado ao paraíso e lá ouviu palavras inefáveis que nenhum homem consegue pronunciar.
Quanto a esse homem eu me gloriarei, mas, quanto a mim mesmo, eu não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas.
No entanto, se eu quisesse gloriar-me, não seria insensato, pois só diria a verdade. Mas evito gloriar-me, para que ninguém faça de mim um idéia superior àquilo que vê em mim ou que ouve de mim.
E para que a extraordinária grandeza das revelações não me ensoberbecesse, foi espetado na minha carne um espinho, que é como um anjo de Satanás a esbofetear-me, a fim de que eu não me exalte demais.
A esse propósito, roguei três vezes ao Senhor que o afastasse de mim.
Mas ele disse-me: 'Basta-te a minha graça. Pois é na fraqueza que a força se manifesta'. Por isso, de bom grado, eu me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim.
Eis porque eu me comprazo nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias sofridas por amor a Cristo. Pois, quando eu me sinto fraco, é então que sou forte.
Palavra do Senhor.
Provai e vêde quão suave é o Senhor!
O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.
Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, / porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, / mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R.
Meus filhos, vinde agora e escutai-me: / vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus. Qual o homem que não ama sua vida, / procurando ser feliz todos os dias?
R.
Não vos preocupeis com o dia de amanhã.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 6, 24-34
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
Ninguém pode servir a dois senhores: pois, ou odiará um e amará o outro, ou será fiel a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
Por isso eu vos digo: não vos preocupeis com a vossa vida, com o que havereis de comer ou beber; nem com o vosso corpo, com o que havereis de vestir. Afinal, a vida não vale mais do que o alimento, e o corpo, mais do que a roupa?
Olhai os pássaros dos céus: eles não semeiam, não colhem, nem ajuntam em armazéns. No entanto, vosso Pai que está nos céus os alimenta. Vós não valeis mais do que os pássaros?
Quem de vós pode prolongar a duração da própria vida, só pelo fato de se preocupar com isso?
E por que ficais preocupados com a roupa? Olhai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam.
Porém, eu vos digo: nem o rei Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles.
Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada no forno, não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé?
Portanto, não vos preocupeis, dizendo: O que vamos comer? O que vamos beber? Como vamos nos vestir?
Os pagãos é que procuram essas coisas. Vosso Pai, que está nos céus, sabe que precisais de tudo isso.
Pelo contrário, buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo.
Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas preocupações! Para cada dia, bastam seus próprios problemas. '
Palavra da Salvação.

SÃO ROMUALDO, ABADE - SANTORAL

Eu perdi tudo, para ganhar Cristo.
Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 3, 8-14
Irmãos:
Considero tudo como perda diante da vantagem suprema que consiste em conhecer a Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu perdi tudo. Considero tudo como lixo, para ganhar Cristo e ser encontrado unido a ele,
não com minha justiça provindo da Lei, mas com a justiça por meio da fé em Cristo, a justiça que vem de Deus, na base da fé.
Esta consiste em conhecer a Cristo, experimentar a força da sua ressurreição, ficar em comunhão com os seus sofrimentos, tornando-me semelhante a ele na sua morte,
para ver se alcanço a ressurreição dentre os mortos.
Não que já tenha recebido tudo isso, ou que já seja perfeito. Mas corro para alcançá-lo, visto que já fui alcançado por Cristo Jesus.
Irmãos, eu não julgo já tê-lo alcançado. Uma coisa, porém, eu faço: esquecendo o que fica para trás, eu me lanço para o que está na frente.
Corro direto para a meta, rumo ao prêmio, que, do alto, Deus me chama a receber em Cristo Jesus.
Palavra do Senhor.
Guardai-me, em paz, junto a vós, ó Senhor!
Senhor, meu coração não é orgulhoso, / nem se eleva arrogante o meu olhar; / não ando à procura de grandezas, / nem tenho pretensões ambiciosas!
R.
Fiz calar e sossegar a minha alma; / ela está em grande paz dentro de mim, / como a criança bem tranqüila, amamentada / no regaço acolhedor de sua mãe.
R.
Confia no Senhor, ó Israel, / desde agora e por toda a eternidade!
R.
Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo
o que tem, não pode ser meu discípulo!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 14, 25-33
Naquele tempo:
Grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse:
'Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo.
Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo.
Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário,
ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo:
'Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!'
Ou ainda: Qual o rei que ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil?
Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz.
Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!'
Palavra da Salvação.